Compartilhe nas redes sociais

Escola Aureliano Pereira da Silva desenvolve o Projeto “Pomar de frutíferas em Vasos”

O projeto conta com apoio da Secretaria Municipal de Educação, do IFMT e do Clube Amigos da Terra (CAT)

 

O sonho de muitas pessoas é ter ao alcance das mãos frutas como jabuticaba, ponkan, laranja, caju, pitanga, cajá, banana e lima. A boa notícia é que todas essas plantas frutíferas podem ser cultivadas em casa ou em outro local com pouco espaço, desde que sejam plantadas em vasos adequados e usando as técnicas de manejo corretas.

O projeto “Pomar de Frutíferas em Vasos” está sendo desenvolvido na Escola Municipal Aureliano Pereira da Silva, sob a coordenação do professor Marcos Antônio Aguiar, que tem como base seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da graduação de Tecnologia em Gestão Ambiental, pelo IFMT – Instituto Federal do Mato Grosso- IFMT, campus Sorriso.

O projeto conta com apoio da Secretaria Municipal de Educação, do IFMT – Instituto Federal de Educação de Mato Grosso e do Clube Amigos da Terra de Sorriso (CAT Sorriso). Primeiramente foi apesentado à direção da escola e depois, para a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e após aprovação, passou por uma adaptação para ser implantado na escola. O tempo de execução do projeto está estimado em pouco mais de sete meses, tendo início neste mês de maio e o encerramento previsto para o mês de dezembro.

A diretora da unidade escolar, Eliane Siqueira Barrozo Rogeri foi a primeira a conhecer e aprovar a implantação do projeto na escola. “Por meio do projeto de frutíferas em vasos os alunos podem aprender, com as atividades ao ar livre, disciplinas que são trabalhadas em sala de aula como: matemática, ciências, geografia, história, educação física, português etc. Podem ser trabalhados com os estudantes temas como: nutrientes do solo, luminosidade, temperatura, fotossíntese, desenvolvimento das plantas, a vida dos insetos e medidas de áreas etc.”.

 

 

Produzir frutas em pequenos espaços

O plantio das espécies já teve início. Ao todo, foram escolhidas treze espécies de plantas frutíferas que serão plantadas, totalizando 26 vasos (dois de cada espécie). De acordo com o autor do projeto, o cultivo de árvores frutíferas requer conhecimentos sobre técnicas a serem utilizadas, questões socioeconômicas, ambientais para sua implantação, que vão desde a escolha da planta, o tipo de vaso, terra e adubo, até a colheita. A escola também conta com o apoio do professor do IFMT, o agrônomo Matheus Marangon Debastiani e do CAT (Clube Amigo da Terra), por meio da zootecnista Andreia de Sousa.

 

Qualidade de vida e Oportunidade de geração de renda

Serão envolvidos alunos do 1º ao 6º ano do ensino fundamental, que vão participar de atividades práticas como mexer a terra, plantar mudas, podar, regar, que representam uma forma de aprendizado saudável e criativo, além de poder gerar renda com a comercialização de mudas, frutas e produtos derivados.   “Isso pode representar em uma grande oportunidade de receitas para eles, seja com a venda de mudas, venda de frutas, e até de produtos derivados. Também como eles produzem seu próprio fruto, vão economizar. Do ponto de vista ambiental o cultivo em vasos pode contribuir com a consciência da preservação da biodiversidade. Portanto o projeto desempenha um papel importante na qualidade de vida dos alunos, oferecendo benefícios sociais, econômicos e ambientais. E que os alunos, seus pais e a comunidade em geral pode ser beneficiada produzindo em casa sua própria fruta”.

 

 

 

 

Importância Econômica, ambiental e Social

O professor Marcos destaca a importância nos aspectos social, econômico e ambiental para qualidade de vida dos alunos, professores e da comunidade em geral: “O projeto, tem por objetivo ampliar o currículo escolar; oportunizar a participação da comunidade nas atividades escolares; gerar relações interpessoais mais respeitosas das individualidades e diversidades, além de práticas humanas mais cooperativas, solidárias e fraternas; verificar de que forma o plantio de árvores frutíferas em vasos pode contribuir para a preservação do meio ambiente e, por fim avaliar o cultivo de plantas frutíferas como forma de melhorar a qualidade de vida”.

 

 

Parceria do CAT

Reafirmando seu compromisso com a sustentabilidade, o CAT Sorriso apoia iniciativas como o projeto “Pomar de Frutíferas em Vasos”, que são voltadas à disseminação do conhecimento e consciência ambiental e segurança alimentar das comunidades. “Nós apoiamos essa iniciativa porque promove a educação ambiental, proporcionando experiências práticas em jardinagem e agricultura, incentivando uma abordagem de aprendizado que conecta diferentes disciplinas, estimulando a inovação e a pesquisa, desenvolvendo habilidades sociais através da colaboração, e promovendo hábitos alimentares saudáveis entre os alunos”, afirmou a engenheira agrônoma do CAT, Luciana Pereira.

Sobre a IDH

A Idh é uma organização global que atua para transformar os mercados. A Idh coloca as pessoas, o planeta e o progresso no centro do comércio, mobilizando o poder dos mercados para gerar empregos, rendas e um meio ambiente melhor com equidade de gênero para todos. Para atingir esse objetivo, reúne pessoas nas corporações, no setor financeiro global e nos governos com influência sobre as sobre as cadeias globais de valor para cocriar e coinvestir.

Com sede na Holanda, a Idh tem cerca de 380 funcionários em todo o mundo, operando em 20 países e 12 commodities e regiões de fornecimento, com mais de 1.000 parceiros públicos e privados. Em 13 anos de atuação, Idh gerou mais de 390 milhões de euros em investimentos do setor privado e apoio a novos modelos de negócios impactantes.

O trabalho da Idh é possível graças ao financiamento e à confiança de vários doadores públicos e privados, entre os quais os governos da Holanda e da Suíça e fundações privadas

Para obter mais informações, visite os sites www.idhsustainabletrade.com e www.idhlatam.com ou siga @IDHTrade no Twitter e LinkedIn.

Sobre o CAT Sorriso

O CAT Sorriso é uma associação sem fins lucrativos que reúne produtores rurais e se esforça pelo desenvolvimento tecnológico em harmonia com o meio ambiente. Com 21 anos de atuação, o Clube Amigos da Terra preza pela transparência de suas ações voltadas à preservação do meio ambiente, reconhecendo e valorizando a família do campo, construindo e consolidando trabalhos com resultados comprovados. O CAT Sorriso conta com o apoio da IDH na realização de seus projetos. Para saber mais, acesse: www.catsorriso.org.br.

Assessoria de Comunicação Cat Sorriso

Tâmara Figueiredo | (66) 99995 – 7316| [email protected]

12/06/2024

CAT e parceiros promovem oficinas e visitas técnicas para Agricultura Familiar de Sorriso e região

09/06/2024

IFMT e CAT reativam viveiro de mudas nativas

07/06/2024

Apesar dos benefícios, Sistema do Plantio Direto ainda é pouco utilizado em MT

06/06/2024

Sustentabilidade: venda de créditos certificados traz rentabilidade para produtores rurais

03/06/2024

Palestra apresenta como funcionam os Sistemas Agroflorestais (SAF)

31/05/2024

CAT lança Selo de Origem da Agricultura Familiar e livro didático sobre o Agro e o Desenvolvimento de Mato Grosso

Telefone

(66) 3544-3379

Horário de atendimento

Seg - Sex: 7h às 11h | 13h às 17h

Formulário

Preencha os campos e logo após o recebimento nossa equipe entrará em contato.