Compartilhe nas redes sociais

CAT lança Selo de Origem da Agricultura Familiar e livro didático sobre o Agro e o Desenvolvimento de Mato Grosso

Livro didático “O Agro e o Desenvolvimento de Mato Grosso”, de autoria de Xico Graziano poderá ser utilizado por professores como fonte de pesquisa nas escolas do Ensino Fundamental e Médio.

A Associação Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso), juntamente com entidades parceiras promoveu no dia 29/05, na Câmara de Vereadores de Sorriso, o Seminário “O Agro e o Desenvolvimento no Coração de Mato Grosso”, com várias palestras. O evento foi realizado por meio do projeto Cultivando Vida Sustentável e contou com a participação de professores, estudantes, pesquisadores, produtores e representantes de várias instituições, como a Associação de Pequenos Produtores Rurais do Rio Celeste (APROCEL), Instituto Federal de Educação de Mato Grosso (IFMT), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Colégio São José, Consórcio de Desenvolvimento Econômico Alto do Teles Pires (CIDESA) e a Unidade Técnica Regional da Agricultura (UTRA) do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA).

Material didático narra como se deu o desenvolvimento de MT

 

Na oportunidade foi realizado o pré-lançamento do livro didático

“O Agro e o Desenvolvimento de Mato Grosso”,

de autoria do escritor,  agrônomo e mestre em economia agrária

e articulista Francisco Graziano Neto ( Xico Graziano.)

 

 

 

 

 

O embaixador do Clube Amigos da Terra (CAT), Xico Graziano foi um dos palestrantes. Ele explanou aos presentes como se deu o desenvolvimento do estado de Mato Grosso e do Brasil, desde o Tratado de Tordesilhas, os ciclos produtivos da cana de açúcar, do ouro e do café, contando detalhes da história como a primeira capital do Estado, Vila Bela da Santíssima Trindade. O desenvolvimento da região norte do estado, com a vinda do povo sulista. Chegando até a história de Sorriso – Capital Nacional do Agronegócio e dos municípios da região. “Nem sempre os professores têm um material didático que conta a história do agro. E hoje, com a rede social e com internet, o que acontece? Você tem muita mentira, muito ‘Fake News’, muito isso, muito aquilo. Só problemas, né? Ataca, por exemplo, o agro. Então, eu penso seguinte, qual é a nossa responsabilidade? É levar informação para a sociedade e a sala de aula melhor local. Então, o livro didático que está agora sendo apresentado, vai servir para a melhoria do processo educacional”.

 

Escritor,  agrônomo e mestre em economia agrária e articulista Francisco Graziano Neto ( Xico Graziano.)

O palestrante ressaltou que o agro, vai além do meio rural, mas que existe toda uma infraestrutura antes da porteira, que é a produção de maquinários, a destilaria, o laticínio, o frigorífico, o transporte e insumos agrícolas e o que vem depois do agro, além do milho, algodão e soja, que são todos os produtos da cadeia produtiva do agro, que se transforma em ração, proteína da carne, móveis, vestuários e até mesmo em combustíveis, como o biodiesel da soja, que é uma fonte de energia limpa.

Graziano também visitou recentemente a Chácara Dona Anni, propriedade do produtor rural Cristian Seidel e sua família. Situada na Linha Celeste, a chácara possui 1,6 hectares, onde cultivam desde hortifrúti, à venda de ovos e frango caipira e até pecuária. Ele destacou a importância da agricultura familiar e tudo isso com base na sustentabilidade. “Quem está de longe, olha para essa região toda, não só Sorriso, e acha que aqui só tem milho, tem soja grandes lavouras. E eu fui conhecer uma roça de melão. Eu fui ver onde se produz tomate, pimentão. Não tinha a maior ideia disso, eu fui ver uma lavoura orgânica, um pequeno agricultor, em um hectare meio, tirando leite, produzindo peixe. É muito importante isso que nós chamamos, tecnicamente de inclusão tecnológica. A tecnologia agrícola moderna não precisa ser só do grande produtor, tem que ser para todos”.

Lançamento do Selo de Origem

 

Zootecnista e auxiliar de campo do CAT, Andreia de Souza, responsável pela elaboração do projeto para a implantação do Selo de Origem da Agricultura Familiar.

Os consumidores do Brasil e do mundo, estão cada vez mais exigentes e cobram que os alimentos sejam produzidos de maneira responsável do ponto de vista econômico, social e ambiental. Toda a produção de alimentos existe uma tendência de certificar, para se ter garantia de qualidade. Entre as várias formas de certificação, está a certificação de origem, que é uma forma do consumidor saber de onde vem o alimento que consome e de que maneira ele é produzido.

Na oportunidade foi feito o pré-lançamento do Selo de Origem dos Produtos da Agricultura Familiar. O projeto foi elaborado e desenvolvido pela zootecnista e auxiliar de campo do CAT, Andreia de Souza, que falou sobre o objetivo do selo, que é valorizar e dar autenticidade aos produtos: “O objetivo do nosso projeto é trazer a rastreabilidade da identificação de origem dos produtos da agricultura familiar da nossa região. Então, a gente procura trazer a visibilidade, agregar valor, mostrar a diversidade de produtos que nós temos na nossa região. Os benefícios são muito grandes, através de um QR Code, que o consumidor acessa uma plataforma digital, e pode conhecer os produtores e de que forma os alimentos são produzidos”

 

       

CONFIRA O VÍDEO DO LANÇAMENTO DO SELO EM SORRISO-MT:

Como os produtores podem obter o selo

Para obter o selo, a propriedade passará por critérios de gestão, responsabilidade ambiental e boas práticas agrícolas e de produção.

 

Ela explicou de que maneira os produtores familiares irão conseguir adquirir esse selo. “Por meio de uma ficha de inscrição, que vai estar disponibilizado no site ou lá nas dependências do CAT sorriso, ou através de contato telefônico. O produtor vai preencher uma ficha de inscrição onde tem alguns critérios, que ele tem que atender. Nossa equipe técnica irá visitar a propriedade, analisar o que está conforme e o que precisa ser adequado, dentro dos critérios de gestão, responsabilidade ambiental e boas práticas agrícolas e de produção. O produtor terá até seis meses para fazer todas as adequações”.

A coordenadora do CAT, Cristina Delicato destacou a importância da realização do seminário. “Nosso objetivo é mostrar a sustentabilidade do agro da nossa região de Sorriso. Para isso, nós estamos lançando com o professor Chico Graziano, um livro didático que fala do desenvolvimento do agro no estado de Mato Grosso. É um material didático maravilhoso, que vai estar à disposição das escolas e da comunidade como um todo”.

 

Cristina Delicato, coordenadora da Associação Clube Amigos da Terra (CAT).

 

Conectado com esse desenvolvimento que acontece em todo estado, especialmente na região norte, acontece o lançamento do selo de origem dos produtos da agricultura familiar. “Nós estamos criando uma forma de valorizar o produto que é produzido localmente. Então, nós vamos ter, através de um QR Code, que vai ficar no produto na prateleira do supermercado. O consumidor vai focar a câmera do celular nesse QR Code e abrir um link, onde vai poder ver tudo sobre o produto, onde e como é produzido. Então, com isso nós vamos estar valorizando ainda mais o produto que está sendo produzido aqui, a nossa agricultura familiar”.

Primeira produtora a receber o selo

 

Uma das pioneiras do projeto a receber o selo é a produtora rural Elizane da Silva

Uma das pioneiras do projeto e recebendo o selo é a produtora rural Elizane da Silva, que produz tomate, melão e pimentão. Ela ressaltou a importância de estar recebendo o selo, que vai agregar mais valor à sua produção. “Me sinto lisonjeada, porque através desse incentivo eu percebo que vale a pena todo trabalho, todo esforço, tem toda uma equipe trabalhando por trás e isso é motivador, estou muito confiante que isso vai agregar muito para nós. Nós produzimos com muita dedicação e tecnologia também, temos o pimentão produzido na estufa, o melão amarelo e o tomate em campo aberto. E com dedicação, correndo atrás de variedades que se adaptam ao nosso clima e tecnologia e com este incentivo vai dar mais visibilidade aos nossos produtos”.

 

Sobre a IDH

A Idh é uma organização global que atua para transformar os mercados. A Idh coloca as pessoas, o planeta e o progresso no centro do comércio, mobilizando o poder dos mercados para gerar empregos, rendas e um meio ambiente melhor com equidade de gênero para todos. Para atingir esse objetivo, reúne pessoas nas corporações, no setor financeiro global e nos governos com influência sobre as sobre as cadeias globais de valor para cocriar e coinvestir.

Com sede na Holanda, a Idh tem cerca de 380 funcionários em todo o mundo, operando em 20 países e 12 commodities e regiões de fornecimento, com mais de 1.000 parceiros públicos e privados. Em 13 anos de atuação, Idh gerou mais de 390 milhões de euros em investimentos do setor privado e apoio a novos modelos de negócios impactantes.
O trabalho da Idh é possível graças ao financiamento e à confiança de vários doadores públicos e privados, entre os quais os governos da Holanda e da Suíça e fundações privadas
Para obter mais informações, visite os sites www.idhsustainabletrade.com e www.idhlatam.com ou siga @IDHTrade no Twitter e LinkedIn.

 

Sobre o CAT Sorriso
O CAT Sorriso é uma associação sem fins lucrativos que reúne produtores rurais e se esforça pelo desenvolvimento tecnológico em harmonia com o meio ambiente. Com 21 anos de atuação, o Clube Amigos da Terra preza pela transparência de suas ações voltadas à preservação do meio ambiente, reconhecendo e valorizando a família do campo, construindo e consolidando trabalhos com resultados comprovados. O CAT Sorriso conta com o apoio da IDH na realização de seus projetos. Para saber mais, acesse: www.catsorriso.org.br.

Assessoria de Comunicação Cat Sorriso
Tâmara Figueiredo | (66) 99995 – 7316| [email protected]

 

16/07/2024

CAT realiza em outubro o XI Fórum Regional Mulheres do Campo – Save the date

15/07/2024

Ministério Público realiza visita ao viveiro “Cultivando Vida Sustentável” no IFMT de Sorriso

09/07/2024

CAT 22 anos: projetos do Clube Amigos da Terra são destaques em emissora local

09/07/2024

AFESO e Cooperriso recebem consultorias para melhorar estratégias de gestão e produção

09/07/2024

Plantio direto: o paradigma do “Clube da Minhoca”, uma ação pioneira em preservação do solo

08/07/2024

CAT comemora 22 anos com compromisso com o meio ambiente e a produção sustentável

Telefone

(66) 3544-3379

Horário de atendimento

Seg - Sex: 7h às 11h | 13h às 17h

Formulário

Preencha os campos e logo após o recebimento nossa equipe entrará em contato.