WhatsApp Image 2021-02-22 at 18.05.29

Projeto Cultivando Vida Sustentável CAT/IDH dá sequência às articulações com associações e cooperativas

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

A associação sem fins lucrativos CAT Sorriso, que considera essencial a sustentabilidade da agricultura familiar e o fortalecimento de suas organizações sociais, realiza permanentes diálogos com os dirigentes das cooperativas e associações, para realização de atividades que visam valorizar a produção responsável de soja, promover a restauração de áreas degradadas e oferecer assistência técnica para pequenos produtores da Agricultura Familiar, por meio do Projeto Cultivando Viva Sustentável do CAT em parceria com a IDH (Iniciativa para Comércio Sustentável).

No dia 07 de fevereiro, foi realizada uma reunião com a APOS – Associação do Produtores Orgânicos de Sorriso, representada pela sua dirigente Marecilda Ludwig Carvalho, em que foram discutidos vários aspectos inerentes à produção e à comercialização de orgânicos no município, sejam aqueles destinados ao varejo ou às compras públicas para merenda escolar.

Durante as conversas, discutiu-se a necessidade e o compromisso do projeto de buscar mecanismos de capacitação dos produtores, em função da ausência de assistência técnica qualificada em Sorriso, além de reforçar o comprometimento do CAT Sorriso em verificar os mecanismos que podem ser utilizados para remunerar melhor os produtores orgânicos nas compras públicas.

Com a COOPERCEL – Cooperativa dos Pequenos Produtores Rurais do Vale do Celeste, foi realizada reunião com a presidente Maria Boaventura Souza da Silva, quando foi discutido o prosseguimento aos encaminhamentos referentes à organização da estrutura funcional da cooperativa e ao seu fluxo de caixa. Outro tema abordado durante o encontro foi o compromisso do projeto em organizar uma proposta de estrutura organizacional e uma simulação financeira (receitas, despesas e investimentos) a curto, médio e longo prazos. “Entendemos a necessidade de disponibilizar um auxiliar administrativo para ajudar na organização do cotidiano operacional da cooperativa”, diz Anadir Regina Graça Paiva, Presidente do CAT Sorriso. Outro passo discutido na reunião foi em relação ao aumento da participação do quadro associativo nas atividades da cooperativa, sejam estas sociais ou produtivas, bem como uma iniciativa para ampliar a quantidade de associados.