capa

Membros da RTRS conhecem a realidade sorrisense durante a Field Trip

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Pela primeira vez, Sorriso recebe uma Field Trip da Round Table on Responsible Soy(RTRS) , a Associação Internacional de Soja Responsável. A comitiva de cerca de 50 integrantes, composta por representantes da RTRS do mundo todo, incluindo brasileiros, está no município desde ontem (9) e segue até quarta-feira (13), com o objetivo de conhecer produtores locais que integram a RTRS, com fazendas certificadas de vários tamanhos, bem como acompanhar os impactos positivos da certificação RTRS e a integração na cadeia produtiva de suprimento da soja e também do milho. De acordo com a diretora de Projetos do Clube Amigos da Terra (CAT) de Sorriso, Cristina Delicato, que tem cadeira na RTRS, o município conta com 28 propriedades certificadas pela RTRS, com um total de 113 mil hectares. Ainda segundo ela, a última Field Trip, que é promovida uma vez por ano, teve como roteiro a Argentina. No município, o grupo também está tendo contato não apenas com as unidades produtoras de soja e milho, mas também com outros integrantes da cadeia produtiva , como abatedouros, unidades de pesquisa e projetos ligados à agricultura. Na tarde de hoje (10), o grupo se reúne com representantes do Executivo e do Legislativo municipais, bem como demais autoridades, para partilhar informações sobre a RTRS, o CAT e o município. O encontro será às 17 horas, na Câmara de Vereadores. Amanhã (11), a comitiva segue para o Assentamento Jonas Pinheiro no período da manhã, onde visitará plantações de hortaliças, frutas, ações ligadas à apicultura, piscicultura, e à cadeia da pecuária, como a produção de queijos. “Para Sorriso é muito gratificante receber esta visita da RTRS, poder apresentar nossos exemplos, o trabalho que nossos agricultores desenvolvem com excelência não só em grandes propriedades, mas também em unidades da agricultura familiar”, destaca o prefeito do município, Ari Lafin. A Round Table on Responsible Soy é uma organização da sociedade civil que promove a produção, processamento e comercialização responsável da soja em nível global. Com sede na Suíça, a Associação reúne 250 membros da indústria, produtores rurais e organizações não-governamentais que tem como objetivo identificar e certificar a produção sustentável de soja e milho nas propriedades rurais de todo o mundo.