capa e fds

Alunos da Escola Ivete começam a produção de adubo por meio da compostagem

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Os alunos da Escola Municipal Ivete Lourdes Arenhardt estão aprendendo na prática como funciona o processo de compostagem, com a ajuda do engenheiro agrônomo Glaucinei Brissow Realto os trabalhos começaram com a demonstração de como funciona a composteira para a produção de adubo, utilizando cascas de frutas, de legumes e folhas que caem das árvores ao redor da escola.

O resíduo orgânico que antes iria parar no lixo, agora é reaproveitado e vai para a composteira. O adubo que será produzido será utilizado na adubação das plantas e da horta da escola. Com o projeto de Agroecologia, os alunos aprendem a destinar de forma ecologicamente correta esses materiais que antes enchiam as lixeiras.

Os estudantes passaram por palestras sobre agroecologia, sobre a importância da agricultura na produção de alimentos, com enfoque para a agricultura orgânica.

A ideia é promover a multiplicação desses conhecimentos por meio dos alunos que levarão essas informações para suas casas para que isso também seja aplicado nas residências, para utilização do adubo nas flores e hortas das famílias.

O projeto “Agroecologia” é desenvolvido pelo Clube Amigos da Terra, o CAT, em parceria com a Prefeitura Municipal, com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-MT) e com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais. E conta com o apoio da WWF Brasil.

Quer saber mais sobre o projeto Agroecologia? Então procure o Clube Amigos da Terra, que funciona em sala anexa ao Sindicato Rural de Sorriso. Informações:(66) 3544-3379. Visite também o nosso site www.catsorriso.com.br