fbpx
a verdadeira capa kkkkkkkk

CAT participa de reunião da Força Tarefa Brasil

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

A cidade de São Paulo-SP recebeu a primeira reunião do ano da Força Tarefa Brasil, um espaço de trabalho e colaboração que reúne membros da Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS), incentivando o trabalho do mercado global e contribuindo para a construção de políticas públicas, difundindo informação aos produtores e consumidores, fortalecendo assim, o mercado para a soja responsável.

A Força Tarefa Brasil é organizada trimestralmente e reúne produtores, representantes da indústria, sociedade civil e observadores, como Clube Amigos da Terra (CAT-Sorriso/MT), Control Union, Earth Innovation, Grupo André Maggi, Cert-ID, SLC Agrícola, CDP, TNC, ADM do Brasil, IDH, Bayer, Basf, Agroícone, Cargill, Genesis Lab, Fapcen, Rabobank, Shutter, BR-TUV, Fazendas Bartira, Cerquality, INPEV e Earth Innovation Institute.

Nesse primeiro encontro, foi realizada uma reunião prévia para apresentar a RTRS para representantes da BR Foods, Nestlé–Purina, Danone, Mitsui alimentos, Walmart, VLI–Logística, Nova Agri–Toyota, Banco do Brasil, SomarAgro, Porto do Itaqui e Bureau Veritas.

Em seguida, Rafael Vinas, da Fundação Espaço Eco, mostrou os resultados da segunda fase do projeto de análise e quantificação dos benefícios da certificação RTRS para os produtores. Em nome da TNC, Rodrigo Spuri comentou sobre os avanços do projeto CFA e dos trabalhos do Grupo de Trabalho do Cerrado, em que a principal meta é ter um acordo entre todos sobre o fim do desmatamento até dezembro de 2018.

O Consultor Externo da RTRS, Cid Sanches, apresentou alguns dados sobre a associação no Brasil. “Mostramos aos participantes os avanços de mercado do trimestre, em que as vendas de soja certificada RTRS cresceram 35% em relação ao mesmo período de 2017. O número de trabalhadores envolvidos e engajados com a certificação no Brasil é de 9.260 trabalhadores rurais, um para cada 102,8 hectares”, observa.

Atualmente, três coordenadores são responsáveis pelas reuniões: Luis Iaquinta da Fazenda Bartira, representando os produtores; Oswaldo Carvalho da Earth Innovation Institute, representando a sociedade civil; e Alessandra Fajardo da Bayer, representando a indústria, comércio e finanças.

Houve muitos questionamentos e sugestões de todos. Acreditamos que juntos podemos fazer a diferença e incentivar uma forma de produção ambientalmente adequada, socialmente correta e economicamente viável”, finaliza.