thumb_DSC02819

Dia de campo apresenta vantagens do uso da cana de açúcar na nutrição animal

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

A utilização da cana-de açúcar como alternativa de alimento para o gado leiteiro no período da seca. Esse foi o tema principal do dia de campo realizado na última sexta-feira (11.08), no Sítio São Caetano, no Assentamento Jonas Pinheiro.

Promovido pelo Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) o encontro é voltado a produtores de leite, integrantes do Projeto Balde Cheio.

A utilização da cana de açúcar vem como uma alternativa para reduzir custos e suprir as necessidades nutricionais dos animais. Pra aumentar a qualidade da dieta alimentar a mistura além da cana recebe proporções de ureia e sulfato de amônia para corrigir a deficiência de proteína. Mas é preciso atenção: o animal precisa passar por um processo de adaptação gradativa e a mistura deve ser feita na quantidade indicado pelo técnico. “Se a mistura tiver algum produto em excesso pode prejudicar a saúde dos animais e até levar a morte”, esclareceu o engenheiro agrônomo do CAT, Rafael Borges.

A cana de açúcar é uma ótima alternativa regional de alimentação do gado leiteiro e entre as vantagens está o custo que diminui em relação a silagem de milho, normalmente utilizada pelos produtores. “Achei ótimo. Aprendi como utilizar a cana tendo uma segunda opção de comida para as vacas“, disse animada a produtora Rita de Cassia Hachiya.

O projeto Balde Cheio conta com os seguintes parceiros: Prefeitura Municipal, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a Empaer.

Palestra