capa

Compradores de soja sustentável poderão trocar experiências com produtores brasileiros na França

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

A cidade de Lille, na França, irá receber – entre 31 de maio e 1° de junho – um evento focado em debater o desmatamento zero na produção de soja sustentável no mundo e quais ferramentas podem melhorar a transparência do setor. Trata-se da RT12, Conferência Anual realizada pela Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS).

Na ocasião, compradores e produtores de soja responsável terão a oportunidade de realizar um intercâmbio técnico e cultural, trocando informações e experiências sobre a produção e o processamento da soja, além dos desafios de cada um. Algumas das empresas participantes são Danone, Bunge, Schell, Cefetra, Arla, Bel Group, Mc Dondals e Ahold Delhaize, enquanto os produtores representam associações brasileiras do Centro-Oeste e Norte do Brasil, como o Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso, FAPCEN, SLC, Amaggi e Brookfield.

Além desse público, estarão presentes representantes de governos, organizações e sociedade civil. Juntos, participarão de uma discussão enriquecedora sobre desmatamento, transparência e escala. A RTRS planeja certificar quatro milhões de toneladas em 2017 e, atualmente, cerca de 90% dos negócios da Associação tem como destino o mercado europeu.

Esses dados nos mostram a relevância de unir produtores e compradores em um ambiente que propicie a interação e o diálogo. É uma oportunidade única de unir todos os elos da cadeia. Estamos com grandes expectativas de posicionar a produção RTRS para o mundo e engajar ainda mais compradores a adquirir soja proveniente de uma produção certificada”, explica Cid Sanches, Consultor Externo da RTRS no Brasil.

Programação

Realizado entre 31 de maio e 1° de junho em Lille, na França, o evento conta com palestrantes que representam os principais setores da cadeia de valor da soja. Entre eles, o professor emérito de Food Marketing da Imperial College London, David Hugues; a diretora global de sustentabilidade da Mars Petcare, Isabelle Aelvoet; o diretor de operações da Bel Group, Joost Van der Hoogte; a líder da TFA202 na América Latina, Fabíola Zerbini; o presidente da FEFAC, Ruud Tijsseens; a diretora executiva da ISEAL Alliance, Karin Kreider; o líder de sustentabilidade do Consumer Goods Forum, Igancio Gavillan; a gerente de produtos sustentáveis da Ahold Delhaize, Laura Jungmann; e o gerente de projetos da Proforest, Mike Senior.

Também participarão das Sessões Paralelas e Sessões Plenárias, os especialistas: Nicola Robinson diretora a área de compras sustentáveis da McDonald’s na Europa; Sandra de Bruin, coordenadora de projetos na GMP+ International; Olaf Brugman, gerente de sustentabilidade da Rabobank Capital Markets; Stephen Donofrio, assessor sênior na iniciativa Supply Change Forest Trends; Madeleine Eilert, gerente de fornecimento responsável na Nestlé; Gisela Introvini, superintendente da Fapcen; Emma Keller, gerente de Produtos Agrícolas no WWF UK; Juliana Lopes, diretora de sustentabilidade na AMAGGI; Dudy Paiva, vice-presidente do CAT Sorriso; Lisa Rausch, pesquisadora do Centro para a Sustentabilidade e o Ambiente Globais da Universidade de Wisconsin; e Inke van der Sluijs, representante europeia da Mesa-Redonda de Óleo de Palma Sustentável.