normal_20160402_144400

CAT participa do Mutirão da Justiça Comunitária em Sorriso

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Uma festa da cidadania. Assim pode ser resumida a primeira edição do Mutirão da Justiça Comunitária de Sorriso. O evento que ofereceu uma série de serviços de graça para a população, foi realizado no último sábado (02.04) na escola municipal Valter Leite, no bairro São Matheus.

O Programa Justiça Comunitária, é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso e conta com apoio de parceiros. Segundo a polícia militar mais de 10 mil pessoas passaram pelo local em busca de atendimentos jurídicos, da área da saúde (médico e odontológico), oficina de relaxamento muscular. Também participaram do evento, órgãos de segurança pública como a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e a Polícia ambiental que chamou a atenção com animais empalhados e uma jibóia resgatada há dois anos e se tornou a mascote da guarnição.

O Clube amigos da Terra (CAT Sorriso) foi convidado a contribuir e não ficou de fora desse evento tão importante. A associação distribuiu sementes de crotalária, planta que é usada como repelente natural de combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador da dengue, do vírus Zika e da Febre Chicungunya. O CAT também distribuiu cartilhas de orientação ambiental utilizada na conscientização de alunos em Sorriso há mais de 7 anos. “O material convoca os “amigos da Terra” a cuidar da natureza, preservando nascentes, reflorestando áreas degradadas e desenvolvendo ações pensando no futuro”, explicou a secretária executiva do CAT, Lenira Arsego.

O CAT ainda orientou os moradores da zona leste da cidade, a fazer a compostagem, uma técnica para transformar o lixo orgânico, como restos de comida, em adubo e depois usa-lo em hortas e plantas. Foram distribuídos panfletos com o passo a passo de como fazer a compostagem e a maneira ideal de utilização do adubo.

O mutirão da Justiça Comunitária também contou com palestras e apresentações culturais. A intenção é que o programa seja realizado outras vezes beneficiando outras regiões da cidade.